Publicado por: Conselheiro Fnord | 17/09/2015

MUNDO DISCORDIANISTA: Discordianismo: a religião que tem uma deusa e cultua o caos


Talvez você não imagine, mas existe uma religião que exalta o caos do universo e que, em vez de Deus, cultua a deusa grega Eris Há alguns dias nós falamos aqui a respeito do deboísmo , uma ideologia moderna que defende o ficar “de boas” como uma forma ideal de levar a vida. O neologismo deu tão certo que o deboísmo já é considerado uma espécie de religião para algumas pessoas. Nessa mesma linha, alguns leitores do Mega sugeriram que falássemos a respeito do Discordianismo. Diferente do deboísmo, que surgiu sem pretexto religioso, o Discordianismo é considerado uma religião para algumas pessoas, embora outras acreditem que tudo não passe de uma brincadeira bem elaborada. Nesse sentido, cada um tira a conclusão que quiser.

Os ideais discordianistas foram elaborados na década de 1950, com a publicação de Principia Discordia. A obra exalta Eris, a deusa da discórdia para a mitologia grega – ela representa valores ligados ao stress, à aleatoriedade, ao caos, ao desacordo. De acordo com o About Religion, a principal regra do Discordianismo é a não existência de regra alguma.

Logicamente, falar a respeito de uma religião que tem como base um personagem mitológico é sempre algo polêmico. Para os discordianianos, no entanto, a polêmica faz parte do próprio conceito do Discordianismo e, portanto, não é algo que os incomode. O conceito, basicamente é o seguinte: só porque uma ideia soa absurda ou improvável, não quer dizer que ela não tem sentido.

Como toda religião, o Discordianismo segue alguns preceitos básicos. Nesse caso, as leis escritas que os discordianistas usam como embasamento são consideradas por muitos adeptos como divertidas e cômicas. Isso não quer dizer que seus simpatizantes não leiam as escrituras com seriedade. Ainda assim, alguns levam as regras como uma brincadeira, enquanto outros como uma filosofia de vida. Para alguns, Eris é venerada como uma deusa. Outros a consideram apenas um símbolo das mensagens discordinianas.

Simbolicamente falando, pode-se dizer que a maior representação do Discordianismo é o Chão Sagrado, também chamado de Miscelânea. A ideia é parecida com a divisão taoísta yin-yang, que exalta a união de polos opostos na formação de um todo. No caso das formas, discordianas, os símbolos escolhidos são um pentágono e uma maçã de ouro, que representam o caos do universo.

Na maçã dourada há a inscrição “kallisti”, que significa “a mais bonita”. Mitologicamente falando, representa a maçã que teria sido o motivo de uma briga entre três deusas gregas e, no final das contas, acabou, mesmo que indiretamente, provocando a Guerra de Tróia. Para os discordianos, a maçã representa também a vingança de Eris contra Zeus, que se esqueceu de convidar a deusa para uma festa.

Ao contrário da maioria das religiões, que buscam formas de aliviar o sofrimento caótico do mundo, no Discordianismo o caos é visto com naturalidade, de modo que não há a menor intenção de acabar com ele. Pelo contrário: a ideia é ver o caos como uma parte do todo e, dessa forma, aceitá-lo com naturalidade e sem medo.

O Discordianismo se autodenomina uma religião não dogmática e, por isso, não influencia seus adeptos no que diz respeito à interpretação da obra Principia Discordia. Além disso, seus adeptos são livres para acompanhar outras religiões, se sentirem necessidade. Não há cobranças nesse sentido.

Entre os discordianos há vários papas, que é o título máximo da hierarquia da religião. A escolha dos papas, no entanto, parece não ter critérios muito rígidos, afinal essas pessoas são nomeadas por outras apenas por meio da entrega de um cartão, que são distribuídos livremente.

Ainda há pouca teoria escrita a respeito do Discordianismo. Por ser uma religião nova e relativamente desconhecida, é comum ouvirmos por aí que ela não passa de uma brincadeira bem elaborada. De qualquer forma, é sempre curioso conhecer um pouco a respeito de novas crenças. Conte para a gente o que você achou dessa filosofia caótica e, ao mesmo tempo, serena.

Fonte(s)
About Religion/Catherine Beyer
Principia Discordia

FONTE: http://brasilhosting.net/feed/news/2962/discordianismo-a-religi%C3%A3o-que-tem-uma-deusa-e-cultua-o-caos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: