Publicado por: Conselheiro Fnord | 21/08/2013

MUNDO DISCORDIANISTA: VAMOS TODOS MORRER… Terra já consumiu todos os seus recursos para 2013


Terra já consumiu todos os seus recursos para 2013

O Earth Overshoot Day marca o dia do ano em que passamos a consumir mais recursos do que a Terra pode repor anualmente

Luciana Galastri

Editora Globo

Esta terça-feira, 20, marca o "Earth Overshoot Day" de 2013 – dia em que entramos em ‘déficit ambiental’. Em outras palavras, estamos consumindo mais recursos naturais do que o nosso planeta pode repor no ano, assim como produzindo mais resíduos que a Terra pode absorver naturalmente no mesmo período. No momento, estima-se que a Terra precisaria de 18 meses para compensar a extração de janeiro a agosto.

O ‘marco’, medido pela organização ambiental Global Footprint Network, não é novidade. A humanidade está em déficit ambiental desde a década de 1970. E o assustador é que, a cada 12 meses, o Earth Overshoot Day chega mais cedo. Este ano, por exemplo, ele aconteceu dois dias antes do que em 2012. Em 1993, foi no dia 21 de outubro.

Editora GloboO Brasil é um dos países ‘credores’: tem mais recursos do que consome

O cálculo é feito levando em conta a média de consumo de recursos de todos os países. Ou seja, há credores (como países africanos com uma baixa taxa de consumo) e devedores, como o Japão, que consome sete vezes mais recursos do que produz. E 80% dos países do mundo estão em uma situação similar de dívida ambiental.

São poucos os credores – O Brasil ainda é um deles -, mas a todo ano a capacidade de nossas terras de se regenerarem e produzirem matéria está ficando mais escassa. No início dos anos 1960, por exemplo, o Brasil possuía uma marca de 23 hectares globais per capita (a medida usada pela Footprint Nerwork para medir a bioprodutividade). Hoje, esta taxa está em pouco mais de 10 hectares globais per capita.

Editora Globo

Estamos em dívida com a natureza. O que isso significa?

Assim como na economia, se entramos em déficit os efeitos da nossa dívida se tornam mais claros com o tempo. É assim com o déficit ambiental – as mudanças climáticas são um efeito da emissão exagerada de gases do efeito estufa, que são produzidos a uma taxa maior do que absorvidos. A diminuição de florestas, a extinção de espécies, o colapso pesqueiro dos oceanos e o preço das commodities também são efeitos colaterais da dívida.

Editora Globo

Quanto tempo podemos continuar endividados (e aumentando nossa dívida) ainda é um mistério. Especialistas comparam a situação como um jogo de "Jenga": é possível tirar os blocos de madeira até um certo ponto, depois a torre inteira entra em colapso.

Vale lembrar que o paralelo com o sistema financeiro vai até um certo ponto – enquanto o governo pode imprimir mais moeda, caso entre em crise, ele não pode passar a imprimir mais ‘planeta’.

FONTE: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI341394-17770,00-TERRA+JA+CONSUMIU+TODOS+OS+SEUS+RECURSOS+PARA.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: