Publicado por: Conselheiro Fnord | 05/12/2011

A MAÇÃ DA DISCÓRDIA: Musa Balbisiana


Voltando à terra, Éris, a deusa da discórdia da mitologia grega, jogou entre a maçã e a banana sua maçã de ouro, com a inscrição: “Para a melhor fruta”. Desde então as duas brigam pelo título, e a disputa é acirrada, porque elas têm muito em comum: ambas vieram do misterioso oriente, trazidas para a América pelos colonizadores; ambas estão presentes na mitologia e na religião de muitas culturas; ambas são saborosas e nutritivas, têm muitas fibras e não engordam.

Mas enquanto a maçã se tornou uma fruta tipicamente americana, nós, eternamente em-desenvolvimento, fizemos da banana parte da nossa cultura. Yes, nós temos bananas! Dela tudo aproveitamos, e até seu nome científico dá samba: musa balbisiana. Mais velha que o arroz, ela é mencionada em primitivos textos indianos, chineses, gregos e romanos. O texto mais antigo em que é citada é em sânscrito, datado de 500 BC. Muitos a consideram a primeira fruta da terra, e com certeza é a fruta mais popular do mundo.

Correndo na disputa pela preciosa maçã de ouro vem a malus doméstica, a também popular maçã. O provérbio americano, “Uma maçã diariamente mantém o médico ausente”, pode não ser um exagero: a maçã reduz o risco de câncer de cólon, próstata e garganta, as doenças cardíacas, e controla o colesterol. Pesquisadores da Universidade Chinesa de Hong Kong descobriram que as moscas alimentadas com extrato de maçã vivem 10% mais que as outras.

Mas a banana é uma caixinha de surpresas, sendo até radioativa. Nos rádios antigos, com mais chiado que música, era comum vermos uma banana espetada na antena, para melhorar o som… lembram? Ela também previne e cura a ressaca. As causas da ressaca são a desidratação e falta de potássio, que a banana tem em abundância… perde apenas para o abacate. Tem ainda magnésio, que relaxa a pressão nos vasos sanguíneos, evitando a dor de cabeca pós bebedeira, e contém triptofano, que melhora o sono e põe o bebum pra dormir.

Porém a maçã, beneficiada com uma aparência mais bonita, teve um papel mais relevante na interação entre humanos e deuses. A Bíblia não especificou qual fruta Eva usou para seduzir Adão, mas para pintar o Gênesis, os pintores renascentistas precisavam de uma fruta, e elegeram a maçã. Por isto, ela virou símbolo de conhecimento, imortalidade, tentação, pecado. E também de amor: jogar u’a maçã para alguém é uma declaração de amor; pegar a maçã é aceitar esse amor. Já viu banana do amor nos parques de diversão?

Éris, querendo se vingar por não ter sido convidada para as bodas de Peleus e Tétis, joga na mesa das deusas Hera, Atenas e Afrodite u’a maçã de ouro com a inscrição: “Para a mais bela!” As três deusas brigam pelo título, e Páris, príncipe de Troia, é escolhido para decidir qual delas merecia a preciosa maçã. As três tentam suborná-lo, e Afrodite ganha a disputa por prometer a Páris a mulher mais bonita do mundo: Helena.

Portanto, a maçã causou a guerra de Troia. A banana é mais importante no comércio internacional, considerada um produto básico, como o arroz, o trigo e o milho. A maçã é a única fruta a ter seu genone decifrado, em 2010, para controle de doenças e aumento de produção. Se você fosse Páris, a qual dlas daria a maçã de ouro?

FONTE: http://www.seculodiario.com.br/exibir_not_coluna.asp?id=12130

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: