Publicado por: Conselheiro Fnord | 03/11/2011

“Neurociência para tudo é bobagem”


Confira a íntegra da entrevista do intelectual britânico Raymmond Tallis, que critica moda entre os cientistas de explicar qualquer aspecto do ser humano apenas lendo ondas cerebrais

Ter preconceito contra o tema é algo do qual ele não pode ser acusado. Além de boa parte das suas quase 200 pesquisas tratar do cérebro, o britânico Raymmond Tallis coordenou a construção do Centro de Neurociência de Manchester e se transformou em especialista mundialmente respeitado em doenças neurológicas de idosos. Apesar disso, ele acha que essa conversa de “neuro” está indo longe demais. Médico, crítico literário e filósofo – e referência na Inglaterra nas três áreas -, Tallis diz que usar a atividade cerebral para explicar todos os aspectos do comportamento humano pode colaborar com um novo tipo de darwinismo social. Em seu livro Aping mankind (“Humanidade primata”, sem edição no Brasil), ele afirma ver riscos na volta da ideia, usada durante o nazismo, de que teorias científicas baseadas no cérebro podem ser usadas para formular leis e conceitos sobre ética.

LEIA A ENTREVISTA: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI272312-17770,00-NEUROCIENCIA+PARA+TUDO+E+BOBAGEM.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: